Document
PATROCINADORES

MPF aciona Moro por danos à União

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou uma ação civil pública (ACP) por danos morais e coletivos à União causados pela conduta antidemocrática do ex-ministro da Justiça e ex-juiz federal Sergio Moro (imagem). A ação foi movida por dois procuradores do Rio Grande do Norte, aponta o site da revista Veja nesta terça-feira (31).

Uma ação já era esperada, só não se sabia de quem partiria. Para os procuradores potiguares, o magistrado atuou parcialmente e de forma inquisitória, influenciando o pleito de 2018, que levou à vitória do presidente Jair Bolsonaro, que depois o tornou seu ministro.

Porém, se erros – enormes- foram cometidos, a operação Lava-Jato também têm seus méritos, pois desarticulou um grande esquema de corrupção envolvendo o partido e legendas coligadas, como o PP e o MDB, beneficados por recursos vindos da principal estatal do país, a Petrobras. Os méritos gerais da operação não são criticados na ACP, mas sim sua condução parcial, revelada a partir do vazamento ilegal das conversas entre os procuradores da força-tarefa e o juiz pelo aplicativo Telegram. O escândalo foi chamado de Vaza-Jato e ocasionou a suspeição de Moro pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em junho deste ano.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.