PATROCINADORES

MP do Rio faz buscas em endereços de Queiroz e ex-assessores de Flávio

O Ministério Público do Rio de Janeiro deflagrou nesta quarta-feira (18) uma ação para apurar um esquema de “rachadinha” (divisão de salários) no gabinete do senador Flávio Bolsonaro no período em que ele era deputado estadual (2007-2018). O MP-RJ investiga os crimes de peculato, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio e organização criminosa. Ao todo, estão sendo cumpridos 96 mandados de busca e apreensão em endereços de Fabrício Queiroz, ex-chefe da segurança de Flávio, e seus familiares, além de parentes de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro, que trabalharam com o parlamentar na Alerj.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 4 =

Pergunte para a

Mônica.