PATROCINADORES

Mourão deu “canelada” ao falar sobre Constituição, diz Bolsonaro

O candidato Jair Bolsonaro (PSL) disse em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, que o general Hamilton Mourão (PRTB) deu uma “canelada” ao falar sobre Constituição. Para Bolsonaro, faltou “tato político” ao seu companheiro de chapa ao propor uma “constituinte de notáveis”. “Ele é general, eu sou capitão. Mas eu sou o presidente. O desautorizei nesses dois momentos. Ele não poderia ir além daquilo que a Constituição permite. Jamais eu posso admitir uma nova constituinte, até por falta de poderes para tal”, afirmou Bolsonaro. Ao complementar a fala, o presidenciável pregou respeito ao texto constitucional. “Vamos manter e seremos escravos da nossa Constituição. Algumas propostas pontuais, sim, poderemos propor como, por exemplo, a redução da nossa maioridade penal, que o povo quer e deseja”, acrescentou.

Por que é importante

As declarações do general Hamilton Mourão têm causado crises e atritos na coligação de Bolsonaro

Quem ganha

Bolsonaro, que tenta retomar as rédeas da campanha

Quem perde

Mourão, desautorizado mais uma vez pelo seu companheiro de chapa

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 20 =

Pergunte para a

Mônica.