Document
PATROCINADORES

Morte de Marielle: Ministro vê atuação de milícias como principal hipótese

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou nesta segunda-feira (16) que as investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista dela apontam como hipótese mais provável a ligação de milicianos com o crime. “As investigações avançam e eles (investigadores), partindo de uma grande quantidade de hipóteses, tem afunilado, e uma das possibilidades que tem crescido é que tenha sido um crime ligado a milícias. Não se identificou até aqui nenhum testemunho de ameaças e isso deixa as investigações praticamente no âmbito da materialidade, ou seja, de identificar a cápsula, de identificar impressões digitais e assim por diante. São provas mais materiais do que testemunhais”, disse o Jungmann.

Por que é importante

A vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes foram assassinados a tiros no dia 14 de março no Rio de Janeiro

Quem ganha

Dados mostram o crescimento dos grupos de milicianos no Estado

Quem perde

A intervenção federal, que até o momento não esclareceu o crime

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.