Document
PATROCINADORES

Morre Camilo Cola, fundador da Itapemirim

Aos 97 anos, o empresário e ex-parlamentar Camilo Cola faleceu de causas naturais na noite deste sábado (30), em Cachoeiro de Itapemirim (ES). Cola foi o fundador da Viação Itapemirim, uma das maiores empresas de transporte rodoviário de passageiros do Brasil. O negócio foi vendido pela família em 2017.

Camilo Cola foi um ativo deputado federal do PMDB entre 2007 e 2015. Em seu primeiro mandato, chegou a ser apontado o parlamentar com a maior fortuna, com patrimônio de R$ 260 milhões (valor corrigido para 2016). Na Câmara, era invejado pelos colegas, pois se deslocava pelos país a bordo de seu bimotor executivo privado. Assim, conseguia sair do Espírito Santo nas manhãs de segunda-feira para iniciar o trabalho em seu gabinete antes dos colegas, permanecendo em Brasília até o final da tarde de sexta-feira.

Católico praticante, era filho de imigrantes italianos, foi lavrador e lavador de carros quando adolescente e jovem. Aos 18 anos, embarcou para Itália como soldado da Força Expedicionária Brasileira (FEB) para combater na Segunda Guerra Mundial. Ao retornar, conseguiu um empréstimo com um amigo para adquirir seu primeiro caminhão, começando um longo processo de crescimento. Entre suas características na condução das empresas estava a centralização, o que fazia com seus negócios fossem verticalizados e pouco dependentes de fornecedores. Ele fazia questão de tentar conhecer todos os funcionários.

Sua morte pode abrir um novo capítulo na disputa entre seus dois filhos. Sem herdeiros naturais, ele preteriu a filha adotiva Ana Maria, deixando a maior parte de sua fortuna para o também adotado Camilo Filho.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.