PATROCINADORES

Ala do STF busca saída para amenizar pressão

Está nas mãos do STF a decisão se o ex-presidente Lula deverá ser preso ou poderá recorrer da sua condenação em liberdade. A pressão despertou um movimento de reação entre os ministros da corte. De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, pelo menos quatro integrantes do Supremo já admitem que o ideal seria discutir a jurisprudência que autoriza a prisão após condenação em segunda instância antes do julgamento do habeas corpus do petista – marcado para 4 de abril. Na visão deles, uma decisão sobre réus sem rosto diminuiria a exposição do tribunal.

Por que é importante

Depois que o TRF-4 reafirmou a condenação de Lula e determinou que a pena deve começar a ser cumprida imediatamente, caberá ao STF autorizar ou barrar a prisão do ex-presidente

Quem ganha

Segundo a Folha, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, não sinaliza que poderá recuar e colocar o tema na pauta

Quem perde

O assunto tem potencial para gerar novos embates entre os ministros e ampliar a crise no Supremo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 4 =

Pergunte para a

Mônica.