Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Ministros do STF aprovam aumento do próprio salário para R$ 39 mil

Ministros do STF aprovam aumento do próprio salário para R$ 39 mil

Por 7 votos a 4, a maioria dos ministros do STF decidiu, na quarta-feira (8), enviar ao Congresso Nacional proposta de aumento dos próprios salários. Caso o reajuste de 16% seja aprovado no Orçamento da União, que será votado pelos parlamentares, o salário dos ministros deverá saltar de R$ 33,7 mil para R$ 39 mil a partir de 2019. Votaram a favor do aumento os ministros Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Luiz Fux e Alexandre de Moraes. A presidente da Corte, Cármen Lúcia, votou contra o reajuste, assim como os ministros Rosa Weber, Edson Fachin e Celso de Mello.

Por que é importante
Em tempos de ajuste fiscal, a aprovação do aumento mostra o descolamento do STF da realidade do país
Quem ganha
Os ministros do STF e o corporativismo do Judiciário
Quem perde
Os cofres públicos. O reajuste aos ministros deve provocar efeito cascata nos salários do funcionalismo

Envie seu comentário