PATROCINADORES

Ministro do STF manda soltar condenados em 2ª instância, incluindo Lula

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quarta-feira (19) a soltura de todos os presos condenados em segunda instância, incluindo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que cumpre pena em Curitiba. A decisão é liminar e ocorre dois dias após Dias Toffoli, presidente da Corte, marcar para 10 de abril o julgamento sobre a validade da prisão após condenação em segunda instância. A decisão foi proferida um dia antes do recesso do Judiciário, determinando que a liminar deve ser referendada pelo plenário do STF, que deve voltar a se reunir apenas em fevereiro. Com isso, Lula deve passar o Natal deste ano em casa. Leia aqui a íntegra da liminar.

Por que é importante

A prisão após julgamento em segunda instância foi um marco na luta contra a corrupção no país

Quem ganha

O ex-presidente Lula, beneficiado pela medida

Quem perde

A Operação Lava Jato sai enfraquecida após a decisão do ministro Marco Aurélio Mello

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

3 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 3 =

Pergunte para a

Mônica.