Document
PATROCINADORES

Mídias sociais podem não ser boas para a democracia, admite Facebook

O Facebook alertou que não pode oferecer nenhuma garantia de que as mídias sociais são boas para a democracia, mas ressaltou que está fazendo o possível para impedir a alegada intromissão da Rússia ou de outros países em eleições nacionais. Samidh Chakrabarti, gerente de produto da empresa, expressou arrependimento do Facebook sobre as eleições dos EUA de 2016, quando, conforme levantamento interno, os agentes russos criaram 80 mil postagens que chegaram a cerca de 126 milhões de pessoas ao longo de dois anos.

Por que é importante

O compartilhamento de notícias falsas nas mídias sociais tornou-se um problema global depois de acusações de que a Rússia tentou influenciar votos nos Estados Unidos, Grã-Bretanha e França

Quem ganha

A transparência: o Facebook está desativando contas suspeitas e exigindo que aqueles que publicam as propagandas confirmem suas identidades

Quem perde

Com o descontrole nas redes sociais, o eleitor. Ele, afinal, poderá definir seu voto influenciado por campanhas falsas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.