PATROCINADORES

MBL quer impeachment de ministro Luiz Fux

O Movimento Brasil Livre (MBL) vai protocolar nesta quarta-feira (28) um pedido de impeachment do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF). Na petição de cassação, o MBL argumenta que FUX “cometeu crime de responsabilidade” quando impôs que, para haver o fim do auxílio-moradia dos integrantes do Judiciário, o presidente Michel Temer (MDB) deveria sancionar o aumento dos salários. Na última segunda-feira (26), Temer autorizou o aumento dos salários do Judiciário e, em seguida, o ministro Fux revogou o auxílio-moradia para juízes. “A manobra é bizarra sob o aspecto legal. Fux atuou como verdadeiro lobista pela sanção, um atentado à moralidade e à separação dos poderes”, afirma Rubens Gatti Nunes, advogado do MBL e responsável pelo pedido do impeachment.

Por que é importante

O reajuste nos salários do Judiciário, de R$ 33.700 para R$ 39.200, deve ter impacto de cerca de R$ 6 bilhões nas contas públicas

Quem ganha

Os integrantes do Judiciário, que ganharão mais

Quem perde

O STF, que sai com a imagem arranhada após o aumento dos salários

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − três =

Pergunte para a

Mônica.