Document
PATROCINADORES

Márcio França é quem sofre com acordo PT-PSB

O acordo nacional entre PT e PSB fez duas vítimas imediatas: a vereadora Marília Arraes, que teve de retirar sua candidatura ao governo de Pernambuco pelo PT, e Ciro Gomes, que negociava o apoio do PSB em prol de seu nome à campanha presidencial.

Há, contudo, outro perdedor nesta barganha: o governador de São Paulo, Márcio França, em campanha pela reeleição. O estado de São Paulo é talvez aquele com maior rejeição ao PT em todo o país. Ao ter o nome de seu partido vinculado à agremiação de Lula, França sofrerá um forte ataque de seus rivais na corrida pelo Palácio dos Bandeirantes.

O candidato João Doria, do PSDB, líder das pesquisas, já chamava o governador de “Márcio Cuba”, para reforçar o caráter esquerdista do PSB. Agora, com a aliança dos socialistas com o petistas, Doria ganhou um enorme reforço para continuar fustigando França, que está em terceiro lugar nas enquetes eleitorais.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.