PATROCINADORES

Maia dá prazo para receber MP da reforma trabalhista na Câmara

O presidente da Câmara, rodrigo Maia (DEM-RJ), deu como terça-feira (3) o prazo para receber o projeto para converter em lei a Medida Provisória 808, que altera a legislação trabalhista. Na quinta-feira (29), o o vice-líder do governo do presidente Michel Temer, Darcísio Perondi (MDB-RS), demonstrou ceticismo com a aprovação da MP, que perderá validade se não for apreciada pelo Congresso.  “Essa MP vai cair. Não acontecerá nada”, disse o vice-líder à Reuters. A MP precisa ser votada até o dia 23 de abril.

Por que é importante

Para especialistas, a indefinição sobre a MP, aliada a questionamentos sobre a constitucionalidade de pontos da reforma trabalhista em si, gera um clima de insegurança jurídica para empresas, empregados e também para a Justiça do Trabalho

Quem ganha

Sindicatos de trabalhadores e partidos da oposição, que são contrários às mudanças nas leis trabalhistas

Quem perde

O setor produtivo brasileiro. As mudanças nas leis permitem um uso mais eficiente da força de trabalho e têm potencial de aumentar a produtividade do país

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =

Pergunte para a

Mônica.