PATROCINADORES

Lula critica “denuncismo” no país

Em depoimento por videoconferência à Justiça Federal nesta terça-feira (5) como testemunha de defesa do ex-governador Sérgio Cabral Filho, o ex-presidente Lula disse estar “cansado de mentiras” e que quer “a verdade”. Essa é a primeira aparição pública de Lula, depois da sua prisão, no dia 7 de abril. Durante o depoimento, gravado na sede da Polícia Federal, em Curitiba, Lula foi interrompido diversas vezes pelo juiz Marcelo Bretas, do Rio de Janeiro, que tentava impedir que o ex-presidente atacasse a justiça, que, segundo Lula, vive “um momento de denuncismo”. Sobre as possíveis negociatas envolvendo a escolha do Rio de Janeiro para sede da Olimpíada em 2016, Lula disse que não sabe quem fez a denúncia, negando envolvimento em falcatruas durante o processo de escolha da cidade sede:  ” não quero saber, não conheço”, afirmou o ex-presidente.

Por que é importante

O depoimento de Lula faz parte da ação penal que apura se houve pagamentos de propina para integrantes do Comitê Olímpico Internacional (COI) em troca da escolha do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada em 2016

Quem ganha

Simpatizantes do ex-presidente

Quem perde

A imagem do Brasil, que ficou arranhada com as denúncias sobre irregularidades na escolha do Rio como cidade-sede

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 1 =

Pergunte para a

Mônica.