PATROCINADORES

Lewandowski permite que defesa de Barros acesse documentos da CPI

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, determinou na tarde de sexta-feira (16) que a CPI da Pandemia garanta ao deputado Ricardo Barros (PP-PR) (imagem) e seus advogados acesso aos documentos que o mencionam. Ele foi convocado a depor na comissão, mas ainda não há data definida. Ele terá o direito de unir documentos e declarações para o exercício de sua defesa.

Líder do governo, ele tenta no Supremo ser ouvido o quanto antes, a fim de evitar maiores danos políticos. A CPI havia determinado que Barros prestasse depoimento em 8 de julho, mas houve um adiamento para o dia 20. Lewandowski afirmou que não interferirá nessa questão.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.