Document
PATROCINADORES

Lava Jato quer a suspeição de Gilmar Mendes em caso que envolve tucano

A força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná encaminhou um ofício à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pedindo que o ministro Gilmar Mendes, do STF, deixe de atuar em ações contra o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza (Paulo Preto) e o ex-senador Aloysio Nunes Ferreira Filho (PSDB). A Lava Jato cita ligações telefônicas do tucano com o gabinete de Mendes e com o ex-ministro Raul Jungmann no mesmo período em que foi concedido um habeas corpus ao ex-diretor da Dersa. Os procuradores dizem que Aloysio Nunes valeu-se da relação pessoal com o ministro do STF para interesse próprio e de Paulo Preto.

Por que é importante

Lava Jato e Gilmar Mendes já travaram outros embates. O ministro é o principal crítico da operação no STF

Quem ganha

A Lava Jato deve sair ainda mais fortalecida se a suspeição de Mendes for confirmada

Quem perde

Paulo Preto. A liberdade dele durou poucos dias. Ele voltou a ser preso em outra investigação

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.