Document
PATROCINADORES

Justiça julga recursos finais de pivô do “mensalão tucano”

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) julga nesta terça-feira (24) os embargos infringentes do ex-governador, ex-senador e ex-presidente nacional do PSDB Eduardo Azeredo. O político foi condenado a 20 anos e 11 meses de prisão no processo conhecido “mensalão tucano”. O caso se arrasta há mais de doze anos.

Por que é importante

Eduardo Azeredo foi condenado por peculato e lavagem de dinheiro por desviar verbas de estatais de Minas Gerais para sua campanha à reeleição em 1998

Quem ganha

Ninguém ganha com a lentidão do judiciário. O político estava perto de ser beneficiado pela prescrição do caso

Quem perde

Azeredo. O tucano pode iniciar o cumprimento de pena ainda nesta semana

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.