PATROCINADORES

Jucá vira primeiro réu no STF com base nas delações da Odebrecht

A Primeira Turma do STF aceitou nesta terça-feira (13) a denúncia contra o senador Romero Jucá (MDB-RR) por corrupção e lavagem de dinheiro – no caso em que ele foi delatado pelo ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Claudio Mello Filho. Segundo o executivo, a empreiteira fez, em 2014, uma doação eleitoral oficial de R$ 150 mil ao diretório regional do MDB em Roraima, ao mesmo tempo em que discutia com Jucá a aprovação, no Congresso Nacional, de duas medidas provisórias (MPs) em benefício da empresa.

Por que é importante

Romero Jucá torna-se o primeiro réu no Supremo com base nas delações da Odebrecht

Quem ganha

O MPF, que sustenta que o dinheiro da empreiteira foi doado em contrapartida à atuação política do senador

Quem perde

Esta é uma das 13 investigações contra Jucá que tramitam no STF

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + catorze =

Pergunte para a

Mônica.