PATROCINADORES

Haddad desiste de constituinte e quer fazer reformas por emendas

Em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, o candidato Fernando Haddad (PT) disse ter desistido de propor uma constituinte caso seja eleito. O petista afirmou que as mudanças necessárias à Constituição, citando as reformas bancária e tributária, serão feitas por meio de emendas. “Nós revimos o nosso posicionamento. Nós vamos fazer as reformas devidas por emenda constitucional”, indicou. Haddad também respondeu sobre uma declaração recente de José Dirceu. Ao jornal “El País”, o ex-ministro afirmou que é “uma questão de tempo para a gente tomar o poder”. O candidato do PT à Presidência da República disse discordar de Dirceu. “O ex-ministro não participa da minha campanha, não participará do meu governo e eu discordo da formulação desta frase. Para mim, a democracia está sempre em primeiro lugar”, completou Haddad.

Por que é importante

A ideia de convocar uma constituinte constava no plano original do PT. A nova posição de Haddad pode ser uma sinalização ao mercado e aos eleitores de centro

Quem ganha

Haddad, que abre caminho para o diálogo com os presidenciáveis derrotados

Quem perde

A ala mais radical do PT

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − 12 =

Pergunte para a

Mônica.