Document
PATROCINADORES

Guedes descarta prorrogar auxílio emergencial até 2021

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afastou nesta quarta-feira (7) os rumores de que o auxílio emergencial pode ser estendido até os primeiros meses de 2021. O benefício, aprovado para minimizar os efeitos econômicos e sociais da pandemia do novo coronavírus, será encerrado em dezembro, garantiu o Guedes. Foram autorizados até agora cinco pagamentos de R$ 600 e outros três de R$ 300. “Tem um plano emergencial e o decreto de calamidade que vão até o fim do ano. E no fim de dezembro acabou tudo isso”, afirmou o ministro. O prolongamento passou a ser especulado diante do impasse para a criação do Renda Cidadã. O governo ainda não definiu como irá financiar o programa social que deve substituir o Bolsa Família. A expectativa é que a proposta só fique pronta após as eleições municipais, já que o Palácio do Planalto quer evitar, por enquanto, medidas impopulares, como cortes em outros benefícios e o fim de deduções no Imposto de Renda.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.