Document
PATROCINADORES

As benesses de Gilmar Mendes

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinou que a ex-primeira dama do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo volte a cumprir prisão domiciliar. O ministro atendeu a um pedido de habeas corpus feito pela defesa de Adriana, que está presa na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, onde também cumpre pena seu marido, o ex-governador Sérgio Cabral. Adriana foi condenada a 18 anos de prisão sob a acusação de lavagem de dinheiro e organização criminosa, entre outros crimes.

Por que é importante

A decisão abre precedente para figuras graúdas da política envolvidas em corrupção

Quem ganha

Adriana e os dois filhos, que poderão celebrar o Natal juntos, em casa

Quem perde

O conceito de Justiça

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.