Document
PATROCINADORES

Fux mantém investigação contra ministro do Turismo na 1ª instância

O ministro Luiz Fux, do STF, rejeitou na terça-feira (26) o pedido do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, para que a investigação contra ele no caso das supostas candidaturas laranjas do PSL em Minas Gerais saísse da primeira instância da Justiça Eleitoral e fosse enviada ao Supremo. Marcelo, que foi eleito deputado federal na eleição passada, mas está licenciado, argumentou que os fatos têm relação com seu mandato e, por isso, justificaria que a apuração fosse transferida para a Corte. Fux considerou que a investigação está relacionada com a campanha eleitoral e não com o mandato.

Por que é importante

O STF decidiu no ano passado que parlamentares só podem ser investigados no Supremo por atos que tenham relação com o mandato

Quem ganha

O entendimento do STF de limitar o foro privilegiado

Quem perde

O ministro, que teve o pedido barrado

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.