PATROCINADORES

Flávio Bolsonaro recebeu R$ 96 mil em depósitos suspeitos, diz TV

Reportagem do Jornal Nacional veiculada na noite desta sexta-feira (18) revela que o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) não está de olho apenas em Fabrício Queiroz, ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro. Em relatório ao qual a TV Globo teve acesso, o órgão aponta que o senador eleito pelo Rio de Janeiro recebeu 48 depósitos em espécie entre junho e julho de 2017, que totalizaram R$ 96 mil. À época, Flávio era deputado estadual pelo Rio. O Coaf suspeita que a grande quantidade de depósitos pode ter sido utilizada como um artifício para ocultar a origem do dinheiro.

Por que é importante

As suspeitas em torno de Flávio têm potencial de gerar a primeira grande crise na imagem do governo Bolsonaro

Quem ganha

A oposição, que deve explorar o caso para questionar o discurso do presidente contra a corrupção

Quem perde

O clã Bolsonaro, fortemente questionado pela opinião pública com menos de um mês de gestão

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × cinco =

Pergunte para a

Mônica.