PATROCINADORES

FHC mostra ceticismo com Huck: “Vai deixar de ser celebridade?”

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) disse que o apresentador Luciano Huck precisa começar a exercer liderança política se quiser ser candidato na eleição de 2022. Em entrevista ao Estadão, FHC mostrou ceticismo com a intenção de Huck de entrar na disputa pelo Palácio do Planalto.

“Preciso ver se ele vai deixar de ser celebridade para ser líder. Celebridade é uma coisa importante, tem acesso ao povo, mas líder é outra coisa. Se ele fizer esse passo, ele tem chance”, afirmou.

Questionado se o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), poderia ser o nome de centro para evitar os extremos, o ex-presidente também ficou em dúvida.

“Ser eleito presidente depende de você entender e lidar com a diversidade do Brasil. Não sei se o Doria tem capacidade de expressar um sentimento nacional”, completou.

Por que é importante

Presidente entre 1995 e 2002, FHC é uma das vozes políticas mais importantes do país

Quem ganha

O político que souber reunir experiência e liderança para unir o centro

Quem perde

O papel do PT na oposição. Que, para o tucano, se resume a "Lula livre"

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.