PATROCINADORES

Fachin mantém Lula preso em pedido de suspeição de procuradores

O ministro Edson Fachin, do STF, barrou na quinta-feira (29) mais uma tentativa da defesa do ex-presidente Lula de tirá-lo da prisão. Os advogados do petista queriam a suspeição dos procuradores da Operação Lava-Jato que atuaram no caso do tríplex do Guarujá e que o processo fosse anulado. O pedido de habeas corpus foi feito com base nas mensagens que estão sendo divulgadas pelo site The Intercept. Fachin tomou como base uma decisão da Segunda Turma do STF, que, em junho, manteve Lula preso no caso que tratava da suspeição do ex-juiz Sergio Moro (atual ministro da Justiça e Segurança Pública).

Por que é importante

A estratégia da defesa de Lula parece ser aproveitar cada fato novo no cenário político para tirá-lo da cadeia a qualquer custo

Quem ganha

A força-tarefa da Operação Lava-Jato, já que o pedido de suspeição dos procuradores foi rejeitado

Quem perde

O ex-presidente, que permanecerá preso

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.