Document
PATROCINADORES

Fachin libera caso que pode anular delação do grupo J&F

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, encerrou na quinta-feira (28) a instrução do pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para homologar a rescisão do acordo de colaboração dos executivos do grupo J&F. A PGR terá 15 dias para enviar à Corte as alegações finais do caso e, em seguida, as defesas dos delatores terão o mesmo tempo para se manifestar. Após o cumprimento do prazo, o gabinete e Fachin vai enviar o caso para julgamento pelo plenário do Supremo.

Por que é importante

A PGR acusa os delatores de omitirem informações na delação, como o envolvimento do ex-procurador da República Marcello Miller, que teria atuado para beneficiar o grupo J&F no acordo

Quem ganha

A procuradoria, se o pedido de rescisão for aceito pelo STF

Quem perde

Os irmãos Joesley e Wesley Batista e o executivo Ricardo Saud, que podem perder de vez os benefícios adquiridos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.