PATROCINADORES

Fachin derruba decisão de Toffoli sobre acesso a dados da Lava-Jato

O ministro Edson Fachin, do STF, revogou nesta segunda-feira (3) a decisão do presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, que determinava o compartilhamento de dados sigilosos de todas as investigações da Operação Lava-Jato com a Procuradoria-Geral da República. A liminar de Toffoli, concedida durante o recesso do Judiciário, obrigava os grupos regionais, principalmente a força-tarefa do Paraná, a cederem as informações à equipe de Augusto Aras. Relator do caso, Fachin rejeitou o argumento de “intercâmbio de provas” apresentado pela PGR para acessar o material. A tendência é que agora o caso seja analisado no plenário do Supremo.

Por que é importante

A discussão sobre o compartilhamento das informações abriu uma guerra declarada entre Augusto Aras e os integrantes das forças-tarefas responsáveis pelas ações da Lava-Jato

Quem ganha

Os procuradores regionais, que conseguem manter o sigilo dos dados por enquanto

Quem perde

Aras, que não terá mais acesso aos conteúdos das investigações

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários