Document
PATROCINADORES

Exército arquiva investigação contra Pazuello

O Exército Brasileiro decidiu não punir o general da ativa e ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello pela participação no evento político de 23 de maio que esteve com o presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro (na imagem, o ato político). De acordo com a nota, a participação não é caracterizada como prática de transgressão disciplinar. O processo disciplinar foi arquivado.

Entretanto, o Regulamento Disciplinar do Exército e o Estatuto das Forças Armadas proíbe que militares da ativa participem de manifestações político-partidárias.

Vale lembrar que nesta semana, Pazuello foi nomeado para um cargo na Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Confira a nota do Exército:

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.