Document
PATROCINADORES

Exame: 4 em cada 10 brasileiros não sabem indicar em quem votaria para presidente

Pesquisa EXAME/IDEIA mostra que, apesar da indecisão, eleição presidencial de 2022 deve ser polarizada entre Bolsonaro e o ex-presidente Lula

A mais recente pesquisa EXAME/IDEIA mostra que a eleição presidencial de 2022 deve ser polarizada entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (sem partido). Apesar disso, 42% dos brasileiros ainda não conseguem indicar em quem votariam no primeiro turno, em uma sondagem espontânea, sem que os nomes sejam apresentados previamente.

Quando os entrevistados são questionados com opções de candidatos de maneira prévia, este número de pessoas que não sabe cai para 7%. Maurício Moura, fundador do IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública, explica que a questão espontânea consegue capturar o imaginário do eleitor, aquele nome em que ele já está pensando em votar.

“Vamos precisar acompanhar com muito afinco o resultado da pergunta espontânea de intenção de voto para eleição presidencial. Isso dá a exata noção que essa ainda é uma disputa muito aberta e bastante cheia de nuances daqui para diante”, diz.

A pesquisa EXAME/IDEIA, projeto que une EXAME e o IDEIA, ouviu 1.200 pessoas entre os dias 22 e 24 de junho. As entrevistas foram feitas por telefone, com ligações tanto para fixos residenciais quanto para celulares. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

A indecisão é menor entre os moradores do Centro-Oeste (20%). A região tem o voto definido em favor de Bolsonaro, que aparece com 46% das intenções de voto. Já Lula tem 19%. Por outro lado, o Sudeste concentra a maior parcela de pessoas que não sabe em quem votar, com 49%.

No recorte por escolaridade, o grupo de pessoas com ensino superior é o que concentra o maior número de eleitores sem um nome definido para votar na eleição presidencial de 2022 (45%).

Lula tem vantagem sobre Bolsonaro

Na sondagem de primeiro turno, Lula aparece à frente de Bolsonaro, ainda que dentro da margem de erro da pesquisa. Em um eventual segundo turno, o petista venceria o atual presidente por 44% a 39%. O ex-presidente mantém a vantagem há três meses.

Na avaliação de Maurício Moura, as eleições de 2022 devem ser muito polarizadas e ainda não está claro se haverá um candidato de terceira via capaz de se destacar. A pesquisa EXAME/IDEIA testou três possíveis candidatos do PSDB, Ciro Gomes, Luiz Henrique Mandetta, e Sergio Moro.

“O ex-presidente vence em todos os simulados de segundo turno. A diferença de potenciais candidatos à terceira via numa simulação contra Jair Bolsonaro diminuiu. O presidente continua numericamente à frente, mas alguns cenários estão estatisticamente empatados, como na simulação com Ciro Gomes”, diz.

______________________________________________________________________

Gilson Garrett Jr

Publicado em: cutt.ly/bmtjIXi

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.