PATROCINADORES

Esquerda avalia fusão de partidos de olho na corrida presidencial

Lideranças da esquerda estariam discutindo a criação de um novo partido para enfrentar o presidente Jair Bolsonaro em 2022. Segundo o jornal O Globo, as articulações partiriam principalmente do governador do Maranhão, Flávio Dino, e envolveriam a fusão do PCdoB e do PSB. A eventual sigla teria acesso a um fundo eleitoral de mais de R$ 145 milhões, valor superior ao que é recebido por PSDB, DEM e PP, e buscaria atrair descontentes com o embate entre PDT e PT. Nas conversas, Dino tem avaliado que as divisões podem enfraquecer o campo, por isso a necessidade de construção de um consenso.

Por que é importante

A movimentação política mostra que os partidos já estão de olho na corrida presidencial de 2022

Quem ganha

Flávio Dino, que seria o nome na disputa pelo Palácio do Planalto

Quem perde

O PT. Ao insistir em Lula, o partido tem perdido cada vez mais o protagonismo na esquerda

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários