Document
PATROCINADORES

Eduardo Cunha tem pedidos de liberdade negados

O ministro Dias Toffoli, do STF, deixou de julgar nesta sexta-feira (27) dois pedidos de habeas corpus protocolados pela defesa do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha. Toffoli entendeu que não há urgência nos pedidos para justificar uma decisão durante o recesso do Supremo. O ministro também decidiu enviar o caso para o relator, Edson Fachin.

Por que é importante

Eduardo Cunha está preso desde outubro de 2016 pelas investigações das operações Sépsis e Lava Jato

Quem ganha

A PF e o MPF

Quem perde

O político, que continuará preso

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.