Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Eduardo ainda não tem maioria no Senado para assumir embaixada

Eduardo ainda não tem maioria no Senado para assumir embaixada

Se quiser assumir a embaixada brasileira em Washington, nos Estados Unidos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) vai precisar reforçar a articulação no Senado. Conforme levantamento do jornal O Estado de S. Paulo, o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) não teria votos suficientes no plenário da Casa para ter a indicação confirmada. Hoje, apenas 15 senadores dizem que pretendem votar a favor de Eduardo. Outros 30 devem se manifestar contra e 35 ainda se colocam como indecisos. O deputado precisa de 41 votos.

Por que é importante
O levantamento mostra que a intenção do presidente Jair Bolsonaro de nomear o filho para umas das principais representações diplomáticas do país no exterior ainda enfrenta resistência dos senadores
Quem ganha
O corpo técnico do Itamaraty, que defende um diplomata de carreira no cargo
Quem perde
O governo, que passaria por um constrangimento