Document
PATROCINADORES

Doria avalia ceder cargos ao MDB por apoio político em 2022

Em busca de apoio dos partidos de centro, o governador João Doria (PSDB) (imagem) avalia ceder espaço ao MDB no governo paulista. Ele deve trocar o secretário de Agricultura, Gustavo Junqueira, pelo indicado da bancada emedebista na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), Itamar Borges, deputado estadual e ex-prefeito de Santa Fé do Sul por três mandatos (1993 a 1996, 2001 a 2004, 2005 a 2008).

Deputado estadual, Itamar Borges (MDB)

A possibilidade é vista com ressalvas. Borges tem condenações no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) por crime de responsabilidade em um esquema que desviou em 1996, em valores atualizados, cerca de R$ 2 milhões de verbas federais da educação em Santa Fé do Sul. Ele nega as irregularidades e recorre da decisão.

O governo paulista por enquanto nega a troca. Mas, de acordo uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo desta sexta-feira (14), tucanos e emedebistas admitem a articulação do Palácio dos Bandeirantes. Caso Junqueira se mantenha no cargo, o MDB quer outra secretaria e outros nomes da legenda seriam cogitados. Junqueira não se manifestou sobre o assunto.

Secretário de Agricultura de São Paulo, Gustavo Junqueira

A aproximação entre MDB e Doria mina as pretensões do presidente da Fiesp, Paulo Skaf, em concorrer ao governo estadual em 2022, fortalecendo Rodrigo Garcia, que se filiou ao PSDB nesta sexta-feira, após 27 anos de Democratas.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.