Document
PATROCINADORES

Disputa pelo Palácio do Planalto terá 13 candidatos

As convenções definiram que 13 partidos irão lançar candidatos na disputa pela Presidência da República neste ano. As siglas têm até 15 de agosto para registrarem as chapas no TSE. Em seguida, caberá ao Ministério Público Eleitoral, qualquer candidato, partido político ou coligação impugnar o registro do adversário político. Caberá a um ministro do TSE analisar os argumentos e decidir se o candidato poderá disputar as eleições. Confira os nomes aprovados pelos partidos (em ordem alfabética): Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL), João Amoêdo (Novo), João Goulart Filho (PPL), José Maria Eymael (DC), Lula (PT), Marina Silva (Rede) e Vera Lúcia (PSTU).

Por que é importante

Se não houver alteração, este será o maior número de candidatos ao Palácio do Planalto desde 1989

Quem ganha

Alckmin, que terá o maior tempo na TV

Quem perde

Os nanicos, com recursos escassos para a campanha e pouco tempo no horário político

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.