PATROCINADORES

Disputa pelo comando da Câmara gera atritos entre Centrão e PSL

As investidas do PSL para ocupar a presidência da Câmara dos Deputados em 2019 está incomodando o Centrão. Segundo o jornal o Estado de S. Paulo, membros do bloco formado por DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade ameaçam fazer oposição a Jair Bolsonaro (PSL), caso ele seja eleito, se o partido insistir na ideia. Um dos nomes cotados seria de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidenciável. O grupo defende a recondução de Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Por que é importante

O Centrão atual como fiel da balança nas votações na Câmara

Quem ganha

Rodrigo Maia, que segue como nome de consenso do bloco

Quem perde

O PSL, que pode provocar atritos no Congresso antes mesmo do início de um eventual governo Bolsonaro

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 8 =

Pergunte para a

Mônica.