Document
PATROCINADORES

Diplomata brasileiro na ONU que testou positivo para covid só recebeu uma dose

Um diplomata que integra a delegação presidencial brasileira junto à Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) testou positivo para a covid-19. Ele não estava no mesmo voo que o presidente Jair Bolsonaro e chegou antes a Nova York. O diplomata está isolado em um quarto do hotel, de acordo com a CNN Brasil e o Estadão, porém nem a Presidência e o Itamaraty confirmam oficialmente a contaminação. O diplomata teve contato com 30 funcionários do consulado brasileiro em Nova York e outros profissionais encarregados da logística da viagem presidencial. O integrante recebeu apenas a primeira dose, afirmaram fontes do Itamaraty à Revista Exame.

Vale destacar que o Brasil passa por um vexame internacional. Bolsonaro foi à ONU sem estar imunizado, mas parte dos ministros que o acompanha e diplomatas estão. A princípio, a ONU afirmou que exigiria imunização de todas as autoridades que iriam ao evento. Para piorar, o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, declarou nesta segunda-feira (20) em um pronunciamento, citando o presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que se ele não quiser se vacinar “nem precisa vir” à cidade.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.