PATROCINADORES

Deputados são investigados por fraude em registros sindicais

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagram nesta quarta-feira (30) a Operação Registro Espúrio, cumprindo mandados de busca e apreensão nos gabinetes dos deputados federais Paulinho da Força (Solidariedade-SP), Jovair Arantes (PTB-GO) e Wilson Filho (PTB-GO). Os parlamentares são investigados por fraudes em registros sindicais em uma esquema de corrupção no Ministério do Trabalho. “Após cerca de um ano, as investigações revelaram um amplo esquema de corrupção dentro da Secretaria de Relações de Trabalho do Ministério do Trabalho, com suspeita de envolvimento de servidores públicos, lobistas, advogados, dirigentes de centrais sindicais e parlamentares”, afirmou a PF em comunicado. Apenas pela liberação irregular de um único registro sindical houve pagamentos que envolviam valores que chegaram a R$ 4 milhões.

Por que é importante

A operação visa desarticular uma organização criminosa composta por cinco núcleos (administrativo, político, sindical, captador e financeiro) que atua no Ministério do Trabalho, pasta que é comandada pelo PTB

Quem ganha

A PF e o MPF, no combate à corrupção

Quem perde

Os investigados, que responderão pelos crimes de organização criminosa, corrupção passiva e ativa e lavagem de dinheiro

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + 17 =

Pergunte para a

Mônica.