PATROCINADORES

Colaboração de Funaro será usada em investigação contra Temer

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, autorizou a inclusão da delação premiada do empresário Lúcio Funaro no chamado inquérito dos portos, que investiga o presidente Michel Temer (MDB). Na colaboração, Funaro afirmou que Temer agiu diretamente para mudar regras para o setor portuário e beneficiar empresas que atuam no porto de Santos.

Por que é importante

Temer é alvo dessa apuração no STF sob suspeita de ter recebido propina por meio do então assessor especial Rodrigo Rocha Loures

Quem ganha

A Procuradoria-Geral da República, que poderá usar as informações em uma eventual denúncia sobre o caso

Quem perde

O presidente Michel Temer, sob risco de ser alvo de uma nova ação

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =

Pergunte para a

Mônica.