Document
PATROCINADORES

Defesa recorre para evitar que STF barre candidatura de Lula

Os advogados do ex-presidente Lula recorreram ao ministro Edson Fachin, do STF, para evitar que o plenário da Corte julgue a questão da inelegibilidade para as eleições de outubro deste ano. Nos embargos de declaração protocolados, a defesa alegou que pediu à Segunda Turma a liberdade do petista, e não uma decisão sobre a candidatura dele à Presidência da República.

Por que é importante

Ao remeter o pedido de liberdade de Lula para julgamento do plenário, Fachin abriu a possibilidade de os ministros discutirem se o petista poderá registrar candidatura no TSE ou não

Quem ganha

A estabilidade do processo eleitoral. A situação precisa ser definida antes do início oficial da campanha

Quem perde

A defesa de Lula. As posições atabalhoadas dos advogados teriam irritado o cliente, que está preso há quase três meses

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.