Document
PATROCINADORES

Defesa desiste de recurso para tirar Lula da prisão

A defesa do ex-presidente Lula requereu na segunda-feira (6) a retirada de uma ação no STF que pedia sua liberdade. A decisão foi tomada já que existia a possibilidade de a Corte discutir sobre a inelegibilidade do petista. Uma derrota no caso – que poderia ser julgado nesta semana – atrapalharia a estratégia do PT de registrar a candidatura de Lula no TSE até 15 de agosto. Caberá ao ministro Edson Fachin analisar e homologar o pedido dos advogados de Lula de desistência da ação.

Por que é importante

A manobra mostra que o PT não está interessado em tirar Lula da prisão, mas em protelar a decisão final sobre a candidatura até perto da eleição para que a foto dele apareça na urna. O ex-presidente não pode ser candidato por estar enquadrado na Lei da Ficha Limpa, mas somente a Justiça Eleitoral pode barrar o registro depois que ele for apresentado

Quem ganha

A instabilidade do processo eleitoral, sem uma decisão definitiva do caso

Quem perde

Lula, que continuará preso; e o PT, que ficará sem representante nos debates entre os presidenciáveis

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.