Document
PATROCINADORES

Cubanos foram às ruas contra o governo

Em protesto contra o governo, manifestantes foram às ruas das principais cidades cubanas neste domingo (11), pedindo liberdade e o fim da ditadura. O agravamento da pandemia e a estagnação econômica motivaram caminhadas após cortes no fornecimento de energia. Durante os protestos, a internet foi cortado.

O governo cubano deu a justificativa de sempre, alegando que que os protestos foram provocados por grupos políticos ligados aos Estados Unidos. “Não vamos admitir que nenhum contrarrevolucionário, mercenário, vendido ao governo dos EUA, recebendo dinheiro das agências, provoque desestabilização em nosso povo”, afirmou o presidente cubano, Miguel Díaz-Canel. Vale destacar que diariamente, os cubanos têm que esperar longas horas em filas para conseguir alimentos.

O correspondente da CNN, Patrick Oppmann, compartilhou um vídeo de manifestantes concentrados próximos à sede do governo, em Havana. A onda de protestos em Cuba pareceu superar a de 1994. A diferença aparente é que desta vez não houve violência popular nem repressão das autoridades.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.