Document
PATROCINADORES

Crivella escapa de abertura de impeachment na Câmara do Rio

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro negou o pedido de abertura de impeachment contra o prefeito, Marcelo Crivella. Realizada nesta quinta-feira (3), a votação terminou com um placar de 25 votos contra e 23 votos a favor. Para ser aprovado, o pedido precisaria de maioria simples, com 26 do total de 51 votos.Parte dos vereadores participou da sessão presencialmente, enquanto outros votaram de modo remoto.

Agora arquivado, o pedido se baseou em denúncias de que funcionários públicos comissionados estariam na porta de hospitais municipais impedindo que repórteres da TV Globo entrevistassem pacientes e seus parentes sobre as condições de atendimento. Há imagens com áudios comprovando as alegações.

Os vereadores da oposição sustentaram que era necessário abrir o processo de impeachment a fim de investigar a participação do prefeito junto a esses grupos, que se organizavam por meio de aplicativo de mensagens. Já os parlamentares da base governista argumentaram que não cabia abrir um processo do gênero às vésperas da campanha eleitoral.

Em nota, a prefeitura do Rio alegou que os funcionários estavam na porta dos hospitais para orientar os pacientes.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.