PATROCINADORES

Corrupção no Brasil criou “cultura de desonestidade”, afirma Barroso

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, afirmou nesta segunda-feira (2) que a corrupção sistêmica sempre foi o modo de fazer política no Brasil. Para Barroso, empresários, políticos e a burocracia estatal celebraram um “pacto de saque ao Estado”, com renovação constante dos acordos de corrupção, gerando perda da confiança entre a população. “O custo moral de tudo isso foi a criação da cultura de desonestidade. Precisamos romper com esse ciclo da cultura de desonestidade”, disse o ministro.

Por que é importante

Luís Roberto Barroso foi responsável por autorizar a Operação Skala, que prendeu na última semana aliados e amigos próximos ao presidente Michel Temer

Quem ganha

A ação que mira o entorno do presidente deve fortalecer a posição de Barroso no combate à corrupção

Quem perde

A corrupção sistêmica como modo de fazer política no Brasil

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =

Pergunte para a

Mônica.