Document
PATROCINADORES

Coordenador do FMC pede demissão durante a COP26 por falta de diálogo

O então coordenador-executivo do Fórum Brasileiro de Mudança do Clima (FMC), Oswaldo dos Santos Lucon (imagem), pediu demissão do cargo na terça-feira (2) durante a 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP26), em Glasgow, na Escócia. Ele havia sido nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro em 2019. De acordo com a Agência Estado nesta quarta-feira (3), a demissão se dá por falta de interlocução entre o governo e a sociedade civil nos painéis do evento.

Lucon disse ainda que não foi seu objetivo criar um “fato político-partidário” com a demissão. “Não houve nenhum episódio pontual para eu tomar essa decisão ou algo premeditado, mas eu achei que, pelo bem do país, foi melhor eu sair”. Ele conta que a participação brasileira em Glasgow se dá em dois estandes diferentes: um com representantes do governo e outro com a sociedade civil e alguns governadores, e os dois grupos pouco se conversam. Lucon ainda disse que tentou unir os integrantes, com insucesso. Ele não quis comentar a atuação do Brasil na COP26.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.