PATROCINADORES

Collor sai da corrida presidencial

Por decisão do partido, o ex-presidente e senador Fernando Collor de Mello (PTC-AL) não estará na disputa para voltar ao Palácio do Planalto. Segundo a coluna Expresso, da revista Época, a legenda decidiu não lançar candidato a presidente e vai concentrar esforços para obter mais de 1,5% dos votos nacionalmente para não desaparecer.

Por que é importante

Fernando Collor sofreu impeachment em 1992, acusado de atos de corrupção, mas foi inocentado no Supremo Tribunal Federal dois anos depois. Seu governo foi marcado pelo confisco da poupança dos brasileiros, uma atabalhoada medida econômica para tentar controlar a hiperinflação - que não deu certo

Quem ganha

Collor. Mesmo fora da disputa presidencial, o mandato dele no Senado só termina em 2023

Quem perde

O Judiciário. Collor é réu na Lava Jato, mas o caso segue sem previsão de ser julgado pelo STF

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − treze =

Pergunte para a

Mônica.