Document
PATROCINADORES

Capitã Cloroquina vai ao STF para ficar em silêncio na CPI

A CPI da Pandemia ouve na quinta-feira (20) a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, conhecida como Capitã Cloroquina. Os senadores devem questionar o papel dela na comitiva de médicos que no início de 2021 foi a Manaus para difundir o uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra o novo coronavírus. Poucos dias depois, o sistema de saúde da capital amazonense entrou em colapso por causa da segunda onda da doença. Conforme a coluna do Ancelmo Gois, no jornal O Globo, a defesa de Mayra apresentou um pedido de habeas corpus preventivo ao STF. Os advogados buscam garantir na Corte o mesmo benefício concedido ao ex-ministro Eduardo Pazuello (Saúde), de permanecer em silêncio no interrogatório para não se autoincriminar, além da garantia da presença de seus advogados na sessão. O Supremo não definiu ainda o relator do caso.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.