Document
PATROCINADORES

Candidato que espalhar fake news pode ser responsabilizado

O TSE quer conter a disseminação de fake news nas eleições municipais de 2020. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o tribunal pretende estabelecer regras para o pleito do ano que vem e responsabilizar candidato, partido ou coligação que espalhar informação na propaganda eleitoral sem a veracidade checada. Caso se confirme o abuso, o adversário que se sentir ofendido poderá pedir direito de resposta. Não está definido ainda se serão estipuladas punições mais severas.

Por que é importante

A propagação de notícias falsas pode influenciar os eleitores e afetar o resultado de um pleito

Quem ganha

Campanhas limpas que buscam apresentar propostas construtivas

Quem perde

Os disseminadores de conteúdo falso que tumultuam o cenário político

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.