Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Candidatável, ministro diz que concessões de ferrovias devem dobrar em 15 anos

Único integrante da alta cúpula do Executivo a não ter se metido em confusões, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, segue com a agenda de concessões, principalmente para ferrovias, rodovias, portos e aeroportos, sem grandes percalços. Ele é o preferido do presidente Jair Bolsonaro para disputar as eleições ao governo de São Paulo e usa de sua atuação no governo para falar de seu trabalho, que são sua credenciais eleitorais, já que Freitas não possui uma carreria política anterior, mas sempre atuou com servidor público.

Em entrevista ao programa Brasil em Pauta, da TV Brasil, neste domingo (28), ele explica como funciona o novo e ágil modelo de concessão que deve impulsionar o papel da iniciativa privada no setor ferroviário. A previsão inicial era de 8 pedidos, mas já são 35 pedidos de autorização, o que deve representar cerca de 9 mil quilômetros de ferrovias e R$ 120 bilhões de investimentos. “É um impulso sem precedentes na nossa história”, disse Freitas. A expectativa é de que as ferrovias, que representam 20% dos modais brasileiros, dobrem sua presença em 15 anos, passando para 40% em 15 anos. “Dará para reduzir o custo Brasil na ordem de 30%.”

O ministro falou também sobre leilões esperados como os dos aeroportos de Santos Dumont (RJ) e Congonhas (SP). “Para você ter ideia, a ponte aérea Rio-São Paulo é a quarta rota mais movimentada do planeta. Teremos os maiores operadores aeroportuários do mundo. Operadores de várias nacionalidades diferentes. Alguns já posicionados no Brasil, outros ainda não. Mas com certeza a gente vai trazer muito investimento e muita qualidade para a gestão desses ativos”, disse.

Capitão de engenharia do Exército com atuação na missão de paz brasileira junto à ONU no Haiti. Depois, foi coordenador de auditoria da Conroladoria-Geral da União (CGU). Em 2011, no in´cio do governo Dilma, se tornou diretor-executivo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), assumindo a diretoria-geral em 2014. No ano seguinte, virou secretário da Coordenação de Projetos da Secretaria Especial do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), responsável pelo programa de privatizações, concessões e desestatizações. É ministro desde o início do governo Bolsonaro.

O Brasil em Pauta vai ao ar às 22h deste domingo (28), na TV Brasil.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.