Document
PATROCINADORES

Campanha deve custar 45% do declarado por Dilma em 2014

A disputa pelo Palácio do Planalto neste ano deve ser mais modesta que a de 2014. Segundo a Folha de S. Paulo, os oito principais presidenciáveis juntos planejam gastar cerca de R$ 200 milhões. O valor representa 45% do que foi declarado apenas pela campanha de Dilma Roussef (PT) em 2014 (R$ 438 milhões em valores atualizados pela inflação). Incluindo Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (Rede), os três primeiros colocados no pleito anterior gastaram R$ 800 milhões (em valores corrigidos).

Por que é importante

Está será a primeira eleição presidencial que os candidatos não poderão receber doações de empresas. As campanhas poderão ser financiadas com repasses do fundo eleitoral, doações de pessoas físicas e dinheiro do bolso do próprio candidato. Além disso, o limite de gasto será de R$ 70 milhões

Quem ganha

Candidatos ricos e partidos mais estruturados, que receberam mais dinheiro do fundo eleitoral

Quem perde

Partidos sem ou com pouca representatividade no Congresso, com verbas limitadas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.