Document
PATROCINADORES

Câmara reativa Conselho de Ética para discutir caso Flordelis

A Mesa Diretora da Câmara decidiu nesta terça-feira (1) reativar o Conselho de Ética. Os trabalhos estavam suspensos por causa da impossibilidade de realizar reuniões presenciais devido à pandemia. A decisão foi tomada principalmente para discutir o caso da deputada Flordelis (PSD-RJ). A parlamentar foi acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo. Ele foi morto a tiros em junho de 2019, em Niterói. A deputada alega inocência e não pode ser presa, a não ser em flagrante, por ter imunidade parlamentar. O pedido de representação feito pelo deputado Léo Motta (PSL-MG) contra Flordelis inicialmente será encaminhado para avaliação da Corregedoria da Casa, que irá ouvir a defesa da parlamentar e apresentar um parecer. O caso volta para a Mesa Diretora e depois – se houver um entendimento favorável – segue para o Conselho de Ética. Se a discussão chegar ao plenário, serão necessários 257 votos para cassar o mandato da deputada.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.