PATROCINADORES

Brancos, nulos e abstenções somam 40,2 milhões e superam Haddad

A abstenção no primeiro turno da eleição presidencial deste ano foi a maior desde 1998. Com praticamente todas as urnas apuradas, quase 30 milhões de eleitores não votaram (20,32% do total). No pleito de 1998, 21,5% deixaram de comparecer. O número de votos em branco foi de 3,1 milhões (2,65%) e nulos, 7,2 milhões (6,14%).

Somando abstenções, brancos e nulos, 40,2 milhões de brasileiros (29,11%) preferiram não ir votar ou escolher um candidato. O total é superior à votação de Fernando Haddad. O candidato do PT, que irá disputar o segundo turno contra Jair Bolsonaro, teve 31,3 milhões de votos (29,28% dos votos válidos).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + 8 =

Pergunte para a

Mônica.